Top Ad unit 728 × 90

Últimas matérias

recentposts

A floresta de pedra de Madagascar


A Reserva Natural Integral de Tsingy de Bemaraha fica na costa Oeste de Madagascar, próximo às cidades de Morondava e Antsalova.

A floresta de pedra de Madagascar

Por causa da sua geografia única, florestas de mangal preservadas, lémures e pássaros selvagens, foi declarada Património Mundial da UNESCO em 1990.

A floresta de pedra de Madagascar

Os Tsingy são formações de calcário em um planalto de 1500 km², que com milhares de anos de erosão pela água e pelo vento esculpiram e transformaram numa densa floresta de aguçadíssimos picos calcários, que chegam até 100 metros de altura.

A floresta de pedra de Madagascar

A acidez das chuvas dissolve pouco a pouco a pedra do planalto calcário e recorta essas arestas afiadas com altura média de 30 metros.

A floresta de pedra de Madagascar

Este labirinto quase impenetrável abriga uma flora e uma fauna específicas, ainda mal inventariadas.

A floresta de pedra de Madagascar

A flora e a fauna de Madagascar são excepcionais: 90% das 12.000 espécies vegetais e 80% das espécies animais repertoriadas na ilha não existem em nenhum outro lugar.

A floresta de pedra de Madagascar

Uma dessas espécies endêmicas, a vinca-de-madagascar (Catharanthus roseus), é usada pela indústria farmacêutica para o tratamento da leucemia. No entanto, inúmeras dessas espécies correm o risco de extinção.

A floresta de pedra de Madagascar

Os turistas podem acessar o parque nacional por estrada a partir Morondava , uma cidade 150 km ao sul do parque.

A floresta de pedra de Madagascar

O acesso limitado também é possível a partir da cidade de Antsalova, que pode ser atingido por avião a partir de Antananarivo ou Mahajanga.

 Localização por satélite


Exibir mapa ampliado
A floresta de pedra de Madagascar Reviewed by Jair Prandi on 14:15 Rating: 5

Um comentário:

Todos os direitos resrevados - Lugares Fantásticos © 2017

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Conteúdo protegido por direitos autorais. Proibido a reprodução total ou parcial sem autorização. Tecnologia do Blogger.